sexta-feira, 30 de novembro de 2012

É preciso fazer acontecer



Mais um dia limpa.
O dia hoje foi comum. Fiquei em casa organizando tudo, me preparando para a próxima semana. O pessoal da empresa ligou me dizendo que vou começar na segunda mesmo, que o exame médico vai ficar para depois. Puxa tudo aconteceu tão rápido!
Ainda bem. Sei que muita coisa vai mudar, dá um friozinho na barriga, um certo receio de voltar depois de tanto tempo. Mas tenho certeza de que as mudanças serão para melhor, não tenho dúvidas a esse respeito.
Este será mais um elo forte para a corrente de minha recuperação. Não basta querer se recuperar e ficar sentada esperando as coisas acontecerem ou esperar que alguém as faça no meu lugar. Tomar atitudes para que as coisas boas se realizem é parte fundamental do processo. É  preciso sair do lugar, afinal de contas quando era para correr atrás da "mardita" eu não media esforças, agora está na hora de canalizar esta energia para fazer as coisas boas chegarem a minha vida. Um dia de cada vez.

Bom fim de semana!

Obrigada Jesus por mais um dia.




quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Paciência!





Mais um dia limpa.
O dia hoje foi  estranhamente bom.
Como não havia conseguido dormir direito a noite de tanta ansiedade pensando na entrevista de hoje, acordei morrendo de sono, desliguei o despertador e quase dormi novamente, dei um pulo da cama de uma vez e fiz aquele café forte. Meu marido levou o filhote para a escolinha enquanto eu  fui para a entrevista.
Na 1ª fase haviam mais de 60 pessoas, hoje só restamos eu e 4 rapazes.
Cheguei uns 15 minutos antes, fiquei aguardando em uma sala até que a entrevistadora chegou com nossas fichas nas mãos. Olhou para mim e antes que eu abrisse a boca foi logo dizendo: "Só você de mulher? Vou ser bem sincera, se dependesse de mim na minha equipe só teria homens. Mulher que tem filho pequeno (constava na ficha) só dá dor de cabeça, vire e mexe falta". 
Todos os outros candidatos se olharam e olharam para ela, ficou um clima super pesado. Eu continuei calada olhando para ela fixamente. Ela me disse : " Desculpa mas eu sou sincera".
Respondi: Obrigada pela sinceridade.  Me perguntou se estaria tudo bem para mim chegar em casa depois das 20, 21 horas porque não tinha horário da manhã disponível e também que não aceitaria comprovante de acompanhamento médico no nome da criança.
Naquele momento pude perceber o quanto amadureci, em outros tempos não tão distantes eu teria me levantado e ido embora, mas fiquei ali respondendo tudo cordialmente e tranquila. Eu me surpreendi com meu próprio comportamento.
Fim de entrevista saímos e ela se despediu deixando claro que nem todos iriam ser contratados e quem fosse receberia uma ligação informando maiores detalhes.
Os rapazes vieram falar comigo na saída indignados, me perguntando como pude manter a calma. Respondi como uma frase que li esta semana no face: " O silêncio responde até o que não foi perguntado".
Voltei para casa desanimada, já tirando a ideia da cabeça, convicta de que não iria ser chamada. 
As 16:30hrs o telefone tocou, era da empresa, me pedindo meu email para mandar a lista de documentos que vou levar na segunda, já para iniciar na terça. Meu horário de trabalho será das 8:00hrs às 14:00hrs.
Nossa que feliz que fiquei. Já pensou se eu tivesse aceito a provocação da moça, talvez até proposital? Me lembrei então de uma passagem de "nosso lar" onde André Luiz começa a reclamar e Lízias mada que ele encha a boca d'água sem engolir alegando ser remédio ( para que se cale)...
Pois é meninas, estou empregada e no horário que eu queria. Obrigada pela torcida de todas.
A Fran tinha razão:  "BOA SORTEEE AMIGAA ! ESTAMOS TORCENDO POR VC ! DEUS JA FOI NA FRENTE E ESTE EMPREGO JA É SEU ! BEEIJOS TAMO JUNTAS : ))"

Obrigada senhor Jesus pelo dia de hoje e pela benção concedida.




quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Correndo atrás!



Mais um dia limpa.
Hoje saí cedo de casa, conforme havia comentado semana passada estou ansiosa para trabalhar.
Hoje fui a uma entrevista e seleção pela manhã, me ligaram à tarde me dizendo que passei na 1ª fase, amanhã voltarei para participar da 2ª. Torçam por mim meninas.
O resto do dia foi normal. 
Cada caso é um caso diferente, mas acredito que o trabalho é parte importante dentro da recuperação. Principalmente para aquelas pessoas que já estão fora do mercado há algum tempo. 
O trabalho traz de volta a auto estima e fortalece os sonhos e a vontade de recomeçar, votar a ser respeitado pelas pessoas, poder orgulhar-se de ser responsável novamente.
O trabalho é uma terapia e tanto para quem está desintoxicado e realmente leva a sério o tratamento, é um fio de esperança. Assim como ter ao lado pessoas que acreditam e incentivam o DQ a se melhorar. São anjos que fazem o que o próprio DQ  já não consegue fazer por si mesmo: Acreditar.
A doença se inicia no sentimento adoecido do DQ e o uso é só uma consequência, uma espécie de paliativo que alivia a dor de feridas ocultas. Trata-se o emocional, elimina-se a causa.
Pena que a sociedade não se dê conta disto e tenha uma atitude justamente contrária agravando o problema, quando solucioná-lo poderia ter um caminho bem mais ameno.
Boas 24 horas!

Obrigada Jesus pelo dia de hoje!




terça-feira, 27 de novembro de 2012

Cada um que responda por sí.



Mais um dia limpa.
Dia de chuva, um daqueles dias que  nem dá vontade de sair de casa.
Fiquei colocando algumas coisas da casa em ordem. 
Sem maiores novidades por enquanto...
Estou bem serena, agradeço a Deus por isto. Há muito tempo já não sonho com a "mardita" , o que é ótimo. Muito bom poder dizer que ela não está mais tão presente nos meus sonhos nem nas minhas lembranças. 
Ás vezes fico dias sem me lembrar "dela". Mas isto requer treino. Ocupar a mente com outras lembranças, planos, idéias novas, trabalho. Mesmo em casa eu não paro de trabalhar, estou sempre inventando alguma coisa para fazer. Como dizem os antigos "Mente vazia é oficina do mal". A vida é o que fazemos dela.
Meu marido  é evangélico e em 5 anos nunca o vi nem soube que tenha bebido durante todos estes anos. No sábado a noite chegou com cheiro de bebida. Me disse que o patrão dele insistiu muito para que ele tomasse uma latinha junto com ele após o expediente e ele vendo o patrão tomar com tanto gosto sentiu vontade e tomou uma latinha (segundo ele). Chegou se sentindo todo culpado, se lamentando, por passar todos estes anos brigando tanto comigo para eu não beber e naquele dia ele achou que estava me dando mau exemplo...
Fiquei quieta só ouvindo ele falar até que me perguntou: Você não vai falar nada? Respondi:
Até onde eu sei o único responsável por suas escolhas é você, pelas consequências delas também. Mas já que você quer minha opinião, vou citar uma frase de Chico Xavier: QUEM ABRE AS PORTAS PARA A INVIGILÂNCIA TERMINA POR ESCANCARA-LA.
Então ele me perguntou se eu ainda sinto vontade de beber. Respondi que sim claro, afinal para mim sempre foi mais difícil controlar a vontade de tomar uma cerveja do que a vontade de usar crack. Temos a falsa ideia de que uma só não vai fazer mal, talvez não fizesse se realmente ficasse só na primeira, o que nunca acontece.Por outro lado se eu for fazer tudo que tenho vontade na vida está tudo perdido. Já pensou ter vontade de assaltar um banco? (Brincadeira), rsrsrs. 
Adotei uma coisa em ninha vida que acho que está funcionando bem,  SEMPRE TEMOS UMA ESCOLHA E NA DÚVIDA ABSTENHA-SE.

Boas 24 horas à todos!

Obrigada Jesus por mais um dia.



segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Coragem de dizer não.




Mais  um dia limpa.
A vida voltando ao normal depois de feriado, criança doente...
Hoje deixei o pequeno na escola e fui para o Caps. Muito legal rever todos, ver o pessoal se recuperando, com outro aspecto (nem todos),  é estimulante.
O resto do dia foi tranquilo.
Dependência é uma viagem solitária, cheia de surpresas no caminho. Cabe a cada um saber como lidar com estas surpresas, o imponderável. A escolha é sempre nossa, a responsabilidade por ela também. 
Grande erro é colocar-se nas mãos do outro esperando que ele faça algo por nós esperando que este algo nos dê força para continuar, nós é quem temos de ter coragem para dizer NÃO.
Só existe uma pessoas capaz de lhe fazer feliz ou infeliz, basta ter a coragem de olhar-se no espelho , sorrir e dizer: Olá!

Boas 24 horas.

Obrigada Jesus por mais um dia limpa e sóbria.




domingo, 25 de novembro de 2012

Domingão!



Mais um dia limpa.
O dia hoje foi cheio de novidades. Meu marido tirou dia de folga (coisa raríssima) .
Também foi o dia da festa de aniversário da igreja dos meus sogros, fica embaixo da minha casa. Vieram uns parentes do meu marido que moram em outro bairro. Uma destas cunhadas veio me ver junto com minha sogra e a sogra da sogra, eita rsrsrs.
Minha cunhada ao me abraçar começou a chorar de soluçar e falar em línguas e dançar, disse umas coisas antes de cair no chão...
Gostei da visita, minha sogra apesar de morar aqui ao lado não vinha aqui há muito tempo. Gostei da visita delas.
Falei um pouco com meu filhão, acho que está ou vai ficar solteiro (Esses jovens...) e vem no natal, sempre fico muito feliz quando falo com ele, estávamos um pouco afastados nem sei porque direito, mas o importante é que ele continua muito carinhoso como sempre.
Na sequência o marido ( estava um doce, com Deus no coração eu acho rsrsrs) nos levou ao shopping, voltamos, ele foi para festa junto com o filhote eu fiquei aqui ouvindo música.
Foi legal o dia. Depois de uma semana com meu bebê doente, febril por causa da gargante, acho que mereci, Deus me concedeu algumas novidades.

Uma boa semana a todos!

Obrigada senhor por mais um dia.




sábado, 24 de novembro de 2012

O dia terminou bem...




Mais um dia limpa.
Tudo bem. Fiquei em casa com meu filhote vendo filme.
Serenidade é coisa muito boa. Bom demais chegar limpa ao fim do dia, melhor ainda, sem ter pensando em usar nem de longe. Poder ter outros interesses ainda que por pequenas coisas do dia que para muita gente é comum, mas que para nós DQ é uma vitória. Cada pequena conquista diária para nós é como uma novidade, como crianças redescobrindo o mundo.
Nenhuma cara feia ou resposta atravessada, conseguiu roubar minha paz de espírito hoje.
Serenidade e paz para todos. Boas 24 horas.

Obrigada Jesus por mais um dia limpa e sóbria.


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Recomeçar sempre!




Mais um dia limpa.
Tudo bem, dia normal. O filhote já está bem melhor graças a Deus.
A serenidade tem sido uma bela companheira nos útimos dias apesar de alguns contratempos. 
Através deste blog conheci muitas pessoas que fizeram com que eu acredite novamente na bondade das pessoas em amizade sincera e incondicional. Cada dia uma nova mensagem enche meu coração de esperança e força para continuar lutando contra esta droga madita que é o crack. Sou muita grata a todos de coração.
A dependência quimica é uma doença que afeta principalmente o emocional que é também a primeira coisa que começa a ser massacrada pela sociedade quando descobrem que somos DQ's. O fato de se perceber impotente perante uma substância fascinante e sedutora somado às criticas e rejeição abrem feridas imensas na alma e fazem com que o adicto se entregue cada vez mais ao vício como uma forma de fuga e rebeldia. Felizes dos que conseguem manter a sanidade para perceber e lutar contra isto.
Eu tento, nem sempre ganho, mas todas as vezes em que caí não me deixei abater, nem fiquei aqui com pena de mim mesma chorando o leite derramado.
Crack hoje é uma epidemia, ficar um dia sem ele é mais do que vitória comparando-me aos DQ's que conheço. Sendo assim, sou uma pessoa de sorte por conseguir continuar limpa apesar de tanta cicatriz no peito. Cicatrizes que serão curadas pelo tempo que é mercúrio cromo segundo Legião Urbana e não amortecidas temporariamente pela ilusão de prazer de uma coisa tão destrutiva como a droga de minha preferência. Bons momentos a todos!

 Grata senhor por mais um dia!





quinta-feira, 22 de novembro de 2012

A vida segue...



Mais um dia limpa.
O filhote está melhor graças a Deus.
Passei o dia com minhas tarefas de sempre. 
A vida segue meus amigos. Cada dia de batalha vencida contra o crack é um maravilhoso.
Muito bom poder chegar ao fim do dia e ver que deu tudo certo.
Vale muito a pena lutar, se cair  não desanimar, é levantar continuar lutando. A vida sem droga é maravilhosa, podemos fazer tantas coisas boas.
"Sois deuses podeis fazer isto e muito mais disse Jesus." 
Podemos. Acreditem.

Obrigada senhor por mais um dia!



quarta-feira, 21 de novembro de 2012

É importante cuidar da saúde



Mais um dia limpa.
O filhote ainda está dodói. Mais uma vez no hospital hoje. Gargantinha inflamada, coisa de criança, a febre alta que assusta um pouco mas está tudo bem. 
A vida segue assim...Esta semana estava planejando sair para procurar emprego outra vez mas vai ficar para próxima. 
Apesar dos contratempos estou um pouco mais animada. A vontade de "mudar" está me dando forças para sair da inércia, também o sulfato ferroso claro, descobri que estou anêmica e acho que por isto fiquei tão desanimada para correr atrás das minhas coisas.  
Uma das coisas que nós adictos fazemos é descuidar da saúde, não é raro ficarmos com deficiências de vitaminas, alimentação fora de hora, só comendo bobagens...
É importante sim cuidar da saúde. Para recomeçar é preciso estar bem. Mas qual DQ liga para isso? Deveria mas não ligamos.
O marido não está gostando da ideia de eu trabalhar, "ser independente", mas para mim acho que é exatamente do que preciso para deixar de me sentir esta coisa inútil que tenho sentido. Poder comprar minhas coisinhas com meu dinheiro, ir tomar um lanche com o filhote no shopping ao invés de ficar aqui trancada a mercê das câmeras escondidas... Ter o controle da minha vida de volta. Para mim que sempre fui provedora, independente, não é fácil estar numa cidade onde não  conheço ninguém a não ser os DQ's e as pessoas que criticam. Ficar o dia inteiro aqui trancada me faz mal. 
Estou ansiosa pelo emprego que está me esperando em algum lugar para que eu volte viver, resgate minha auto estima novamente.
Me desculpem o desabafo! Não tenho com quem conversar. 
OK! Apesar de tudo continuo limpa e isto é o que me anima cada vez mais e impulsiona para um recomeço seja qual for, não sei como nem quando, só sei que está vindo. Obrigada a todos que me acompanham e deixam sempre mensagens de ânimo, me ajudam muito! Deus os recompense muito por tal caridade moral e por tanto carinho que sei que são sinceros.
Mais 24 horas!

Grata senhor por mais um dia.



Fonte : http://filosofiaetecnologia.blogspot.com.br/2010/09/tratamento-da-dependencia-quimica.html



A sensação de bem estar não está nas coisas que nos cercam. Ela está na nossa mente, e o nosso corpo produz uma série de substâncias que disparam as sensações de prazer, e bem estar. Os fatores que levam à produção dessas substâncias são essencialmente advindos do nosso meio ambiente, mas também da nossa qualidade de vida e da nossa nutrição, ou seja do nosso equilíbrio físico e espiritual

Nós todos dependemos da química orgânica para viver e ela está relacionada diretamente com a nossa qualidade de vida.

A partir da matéria-prima que é nossa alimentação e da hidratação, nosso organismo produzirá substâncias como as endorfinas, serotonina e dopamina e outras, que atuam como neuro-transmissores, calmantes, responsáveis pela sensação de prazer e equilíbrio neurológico, satisfazendo a fome celular.

Várias causas podem impedir ou bloquear o organismo de fabricar tais substâncias, dentre os quais fatores genéticos, má absorção intestinal, intoxicações, uma alimentação desequilibrada carente de vitaminas e sais minerais, a hipoglicemia - baixa de glicose no sangue e no cérebro.

As drogas psicotrópicas são substancias que artificialmente disparam a produção normalmente exagerada de substâncias cerebrais (dopaminas, cerotoninas etc...) que causam prazer e bem estar. O problema é que isso só dura enquanto durar o efeito da droga, e posteriormente a esse efeito dá-se o fenômeno inverso. Há uma substancial redução da produção dessas substâncias, pois o "estoque" delas foi consumido em exagero. Consequentemente o corpo entra em um estado de carência dessas substância, levando a um quadro de depressão. A tendência subsequente é que o indivíduo que fez uso da droga, tenha vontade de voltar a consumi-la para voltar ao quadro de bem estar. Esse mecanismo é que leva à dependência cada vez mais acentuada da droga, porque o "estoque" de substâncias cerebrais que causam prazer e bem estar, vai continuamente se reduzindo e exigindo cada vez maiores quantidades de droga para produzir os mesmos efeitos. Isso acaba por destruir o indivíduo que ou não conseguirá mais viver sem a droga ou chegará ao ponto de tomar uma over dose, e se auto destruir.

Nossa estrutura celular mental, e sua rede de moléculas, precisam estar com suas estruturas íntegras para entrarem nos receptores cerebrais, caso contrário o cérebro entra em pane surgindo aí a compulsão por doces ou por drogas, que venham no momento suprir rapidamente a falta, causando um alívio apenas temporário. Quanto mais drogas ingeridas diretamente, menos o organismo produzirá sua bioquímica necessária ao equilibrio físico e mental.

O álcool, por exemplo é um ladrão de vitaminas e sais minerais e água, os excessos produzem a ressaca, portanto todo o vício de drogas têm efeito bola de neve, pois o organismno se acostuma e vai cada vez mais exigindo doses maiores.

O dependente químico precisa de uma avaliação e tratamento integrado com a nutrição, psicoterapia, terapias ocupacionais e outras atividades sadias que venham tomar lugar de sua baixo auto-estima, elevar seus padrões de comportamento por ter novos e sadios relacionamentos, etc.

Mas, o primeiro passo, além do controle médico se necessário no início do tratamento,é indispensável uma desintoxicação e uma reposição de nutrientes para fortalecimento do organismo e uma gradativa resposta positiva nos controles do hábito, pois a pessoa assimilará melhor as informações e o aconselhamento.

Cada tipo de droga precisa de uma abordagem específica, mas basicamente estas alternativas somarão significativamente com os tratamentos convencionais. A partir daí o estilo de vida precisa ser mudado, para se possível evitar recaídas.

A depressão é notóriamente causada por carência das substancias cerebrais que causam prazer e bem estar e seu tratamento pode passar pela ingestão de medicamentos controlados que funcionam como a droga, porém controladamente, produzindo ou estimulando a produção das substâncias cerebrais responsáveis pelo prazer e bem estar. Esses medicamentos são normalmente fornecidos de forma controlada e devem ser retirados com o tempo de forma controlada também permitindo ao organismo restaurar seu equilíbrio normal. 

Pessoas que passam por grandes traumas psicológicos e que se encontram profundamente deprimidas encontram nesses medicamentos um alívio importante que poderá ajudar na restauração do seu equilíbrio.


terça-feira, 20 de novembro de 2012

Aprendendo...






Mais um dia limpa.
O dia hoje foi normal, graças a Deus. Mais um milagre na vida de uma dependente de crack, terminar o dia bem. Muita gente pode achar que não é grande coisa mas quem não entende não sabe como é bom para uma pessoa como eu, DQ ficar em casa sozinha com dinheiro num dia de feriado, olhando pela janela e vendo as pessoas bebendo no bar em frente a casa e ainda assim se manter firme. Antes meu marido levava as chaves, não me deixava com dinheiro nenhum em casa, mas agora ele mudou de tática. Para mim é indiferente, claro que ficar com grana é um ponto a mais, mas quando um DQ quer mesmo usar não tem quem o segure, nem a falta de dinheiro.
Nestas circunstâncias, chegar ao fim do dia limpa e pensar "eu consegui mais um dia", não tem preço. 
O interessante é que aprendi a  não usar meus problemas pessoais como desculpa para usar a droga. Separar as coisas é fundamental para o sucesso da recuperação.
Desafios sempre teremos, o que tem que mudar é a maneira com que vamos encará-los. Decidir o que realmente é importante, não esperar piedade de ninguém e fazer por si mesmo. Como diria o Renato Russo:
"Se você quiser alguém em quem confiar, confie em si mesmo."
As decepções vem de onde menos esperamos, estar prontos para isto faz parte do aprendizado. 
Outra coisa é que pelo fato de sermos DQ's as pessoas acham que emburrecemos ou que somos crianças a ponto de não percebermos que estamos sendo enganadas, que não conseguimos perceber o que acontece à nossa volta. Ser subestimado machuca, mas nos faz acordar. Eu gosto quando isto acontece, me faz lembrar do anzol que diz: "Me chamam de torto, eu sou torto mesmo, me finjo de morto para apanhar os vivos."

Boas 24 horas!

Obrigada senhor por mais este dia!



segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Esperança...



Mais um dia limpa.
O filhote hoje não esteva nada bem, garganta inflamada. O dia foi só para seus cuidados.
Tão ruim para gente que é mãe ver nossos pequenos assim. A gente sofre tanto...
Aí eu me pergunto porque no momento da drogadicção não me lembro deste amor imenso? Porque não tenho o mesmo cuidado? Por que tudo parece numa fração de segundos sumir da memória como se não existisse? Por que esta droga maldita tem esse poder? Que revolta.
O crack é capaz de transformar a mais amorosa das mães numa irresponsável que deixa seu filho com outras pessoas para se drogar.
O crack é definitivamente uma invenção do mal. Não de um grupo qualquer de criaturas trevosas e sim de um poder maligno muito superior de inteligência voltada para a destruição dos seres humanos.
Só uma criatura que nos detesta ao extremo poderia ter sido criador de tamanha crueldade, desta arma suicida criada para nos cegar e conduzir ao abismo de forma tão sedutora.
Mas eu acredito que da mesma forma que existe influência espiritual para criação de uma coisa tão demoníaca, também exista uma força maior e contrária voltada para o bem. Uma força que logo vai conduzir um estudioso qualquer aqui na terra ao acerto de um medicamento tão ou mais poderoso que esta droga que aterroriza nossas vidas. Creio que logo este dia chegará.
Mais 24 horas.

Grata senhor por mais um dia.



domingo, 18 de novembro de 2012

O tempo é o senhor de tudo.



Mais um dia limpa.
O dia hoje foi normal, não saí de casa.
As coisas por aqui estão mais amenas. Almoçamos e conversamos um pouco hoje.
Depois ele foi trabalhar e eu fiquei vendo filme com o filhote o resto da tarde.
Também conversei longos minutos ao telefone com minha tia querida e minha irmã Maria III.
A vida segue seu curso natural, como as aguas de um rio, e aos poucos tudo se encaixa no lugar onde pertence. Muitas vezes nos desesperamos por algum motivo e metemos os pés pelas mãos quando na verdade só temos que ter paciência de esperar que a tempestade se acalme. Tudo na vida tem um tempo que quase nunca coincide com o que nós queremos que seja. Boas 24 horas.

Obrigada senhor por mais um dia.







sábado, 17 de novembro de 2012

Niver do bebê!




Mais um dia limpa.
Hoje meu bebê fez 3 aninhos.
 Fui ao supermercado comprei um monte
 de guloseimas e passamos a tarde juntos. 
Nada de especial.
A mim basta saber que ele está saudável, 
estava todo feliz,
brincamos muito ele sorriu 
bastante e isto não tem preço.
A vida segue.

Obrigada senhor por mais um dia!





sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Mais um dia...é o que importa!




Mais um dia limpa, é o que importa, o resto dos problemas são secundários.
A vida segue sem maiores novidades. Afinal de contas só posso ser responsável pelos meus atos de mais ninguém. Cada um é livre para seguir seu caminho e para arcar com as consequências dele também. 
No momento já me basta o peso na consciência pelos meus atos falhos. Cada um que se entenda com sua consciência. No momento estou aqui bolando estratégias para depois do feriado sobre algumas atitudes que tenho que tomar. Mas por hora é só ficar aqui recarregando as energias.
Que o poder superior me conceda mais 24 horas.
Bom fim de semana!

Grata senhor por mais um dia.



quinta-feira, 15 de novembro de 2012



Mais um dia limpa.
Em casa com meu filhote.
Obrigada meninas por estarem sempre aqui comigo. Bom saber que posso sempre contar com vocês.
Estou serenando meus dias.
Caminhando para dentro de mim em busca de algo que nem eu mesma sei, mas que espero que traga uma solução eficaz e positiva para este estado de inércia que a vida parece ter adquirido. 
Não vou me acovardar diante de nada, seja qual for o desfecho de tudo isto, ainda tenho forças para recomeçar como sempre fiz na vida. Não vou dar o gostinho de deixar ninguém me ver por baixo. Agora mais do que nunca sei que tenho que estar bem e fazer de minha recuperação prioridade máxima.
Sei que neste momento muitos estão apostando forte em minha queda. Minha resposta? O renascer das cinzas como uma nova ave e ir em busca daquilo que acredito.

Grata senhor por mais um dia.



quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Acho que meu destino é solidão!



Mais um dia limpa.
Dia frio em casa com meu filhote.
As coisas aqui não estão muito fáceis. O casamento está numa fase muito delicada.
Nos últimos dias andei recebendo uns telefonemas de uma pessoa dizendo que meu marido tem outra. No inicio não dei muita importância. 
Mas depois perguntei a ele se é verdade e ele ficou muito bravo por eu  estar desconfiando dele. Brigamos feio! Ele me disse que precisa ficar sozinho um tempo. E estes útimos dias está dormindo na casa da mãe. Levou algumas roupas, vem aqui todos os dias antes de trabalhar para pegar o filhote depois trás de volta.
Estou perdida no meio de um turbilhão de pensamentos que se misturam e não chegam a conclusão nenhuma. Tenho tentado ser forte, não sei ainda qual rumo vou dar a tudo isto, nem mesmo sei se vou dar um rumo. Por enquanto não estou em condição de tomar nenhuma decisão, vou ficar aqui sozinha, afinal disto entendo bem (solidão), vou esperar que o tempo se encarregue de resolver, ou talvez que o mesmo tempo me dê forças para reagir de alguma maneira.


Obrigada senhor por mais um dia.




terça-feira, 13 de novembro de 2012



Mais um dia limpa.
No fim de semana fui visitar minha 
tia querida que mora em outra cidade.
É sempre muito bom poder
 estar perto de quem amamos. 
Hoje o dia foi normal, sem muitas novidades.
A vida segue....
Grata senhor por mais um dia.



sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Chuvinha boa para dormir.




Mais um dia limpa.
Dia tranquilo em casa curtindo a chuva e o friozinho.
E que os nossos dias continuem sendo de serenidade.
Bom sábado para todas!

Grata senhor por mais um dia.




quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Ainda que eu falasse língua dos homens e dos anjos, sem amor eu nada seria!




Mais um dia limpa.
Um dia comum, nada de especial.
Estou aprendendo a domar a ansiedade e a prestar atenção nas coisas simples da vida.
Cada dia uma pequena conquista, uma nova percepção da vida, um olhar diferente, sob outro ângulo para certas coisas que antes passavam despercebidas a meus olhos.
A vida fica mais clara quando a gente aprende a se interessar por ela de verdade. Pequenos detalhes fazem grandes diferenças, sobretudo no amor próprio e autoconfiança.
Entrar de verdade em recuperação é um ato de coragem. Muitas vezes é assustador saber que se é portador de tamanha responsabilidade e o medo de falhar aterroriza. Por outro lado a beleza de voltar a ver a vida sob uma ótica desintoxicada é inigualável, tudo parece ter mais cor.
A tristeza as vezes pode querer nos assaltar a sanidade mas não dura muito tempo quando descobrimos uma vacina eficaz, algo simples que traga prazer, como ouvir uma música em alto volume, comer um doce gostoso...
Tudo vale a pena na guerra contra esta mazela que já se tornou o mal do século, o crack.
Pessoas andam nas ruas como zumbis. Como nas histórias que eu ouvia quando era criança sobre o fim do mundo. As pessoas mais velhas diziam que quando estivesse perto do fim as pessoas "correriam bicho" ou se tornariam lobisomem ou algo do gênero e que as outras  pessoas teriam que ficar presas dentro de sua própria casa para não serem pegas por estes monstros.
Quando criança eu morria de medo, depois que cresci passei a acreditar que eram apenas lendas urbanas. Agora não só acredito como também de alguma forma me tornei um deles. Se pensarmos um pouco tudo faz sentindo neste mundo violento em que vivemos, trancados dentro da própria casa como a foi previsto.
Mas não vou vou me entregar, vou lutar até esgotar o último dos recursos, porque a vida vale muito a pena e o amor à minha família é o mais poderoso combustível de que preciso.

Grata senhor por mais um dia.


quarta-feira, 7 de novembro de 2012






Mais um dia limpa.

Graças ao poder superior meus dias têm sido proveitosos e agradáveis.
Não podemos nos entregar nunca, lutar sempre enquanto houver forças e também quando não houver.
Temos que estar sempre preparados para o imponderável, não subestimar as armadilhas da doença, afinal depois de um tempo ainda que a gente tente fechar os olhos, a doença dá sinais de recaída aos quais devemos nos atentar. Como se fosse um vulcão que acorda.
O adicto normalmente fecha os olhos, finge que não está acontecendo, mas quem está perto os co deps percebem estes sinais claramente. Nestes momentos não se deixem manipular pelo seu adicto, abuse do amor exigente, lance mão desta ferramenta, ele pode não gostar na hora mas com certeza depois irá lhe agradecer.
Hoje li no blog da Emily:
"Gente, a adicção é complicada, tenho visto aqui no blog casamentos se desfazerem, e confesso que isso mexe comigo, já to ficando com medo do tal "caderninho" ha ha...mas eu estava aqui me lembrando, tbm tem aqui casamentos que continuaram, como o da lado a lado, o da Flor, e tbm da nossa amada Fênix que busca sua recuperação todos os dias" Obrigada Emily!
è triste quando uma união se desfaz principalmente se existem filhos. Não tenho direto  de dizer a quem quer que seja para deixar seus adictos ou continuar com eles, esta escolha cabe a cada um. A única coisa que posso fazer é falar por mim. 
Meu esposo é o maior aliado que tenho nesta luta. Houve um tempo em que eu mesma quis deixa-lo para que não sofresse mais por minha causa, ele me disse: "Vamos passar por tudo isso juntos! Temos um filho lembra? Você não tem o direito de deixa-lo sem mãe"
Ele está sempre atento e em um destes dias identificou a doença trabalhando em mim, coisa que conscientemente eu não consegui fazer naquele momento.
Então ele me chamou calmamente para uma conversa e me lembrou do comportamento que eu tive antes da última recaída. Então caiu a ficha, a doença estava me manipulando e eu cedendo. Tratei de tomar meus remédios e fiquei em alerta. A coisa passou.
Graças a Deus por ele ter prestado atenção nos sinais e ter me alertado. Sou muito grata a ele por não ter desistido de mim. Se ele acredita quem sou eu para jogar fora a chance de um novo recomeço?


Paz e luz.



Grata senhor por mais um dia.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Êita sensibilidade besta!



Mais um dia limpa.
Hoje fui até a empresa onde fiz teste para pegar de volta minha carteira profissional. Estavam lá muitas outras meninas com muita raiva por terem perdido tanto tempo correndo atrás, abrindo conta em banco, exame médico, tudo que também fiz para depois eles nos informarem que as vagas foram suspensas por enquanto.
Não acordei muito bem, TPM, aquela vontade de chorar sem motivo...Como é difícil ser mulher né gente? Fui no carro sem trocar uma palavra com meu marido que estranhou meu silêncio, porque eu sempre sou uma tagarela. 
Liguei o rádio fiquei ouvindo a alfa FM, tocou uma música que lembrou o filho mais velho e eu engolindo o choro, disfarçando para o marido não perceber, se chorasse imagine a cara toda borrada de rímel? 
De repente na Avenida Rebouças, o trânsito parou em frente a uma loja de noivas, fiquei olhando os vestidos e pensei: "Nunca vesti um destes" , pronto começou  a choradeira outra vez. ( Que raiva), afinal nunca liguei para estas coisas mesmo. Que sensibilidade idiota...aff!
O resultado foi parar na padaria para comprar chocolate. rsrsrs
Mas o importante é que estou bem só por hoje. Documentos em mãos, agora é só correr atrás.
Na próxima semana, depois de fazer o exame que o médico pediu da tireoide, dependendo do resultado já posso pegar firme na busca por uma colocação se Deus quiser.


Grata senhor por mais um dia.


segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Reencontrando o equilíbrio.


Mais um dia limpa.
Dia de terapia no Caps. Muito bom. 
O resto do dia foi normal.
Cada dia uma vitória, uma nova forma de encarar a vida.  
Tenho valorizado pequenas coisas que antes pareciam 
sem importância. Também estou aprendendo a trabalhar 
a paciência e a ansiedade.
A vida segue...

Grata senhor por mais um dia.





domingo, 4 de novembro de 2012

Mulher invisível


Mais um dia limpa.
Em casa com minha família, deixando tudo em ordem para começar mais uma semana.
Amanhã é dia de terapia no Caps. Um dia que gosto muito. Encontrar o pessoal é sempre muito bom.
Hoje estive pensando sobre a descoberta da invisibilidade. Isso mesmo, ficar invisível, nunca ficou? Então pergunte para qualquer DQ que ele te dará a receita.
Encontrei algumas pessoas que não via há alguns meses, pessoas de relacionamentos não muito profundos mas que faziam questão de me parar para conversar na rua quando me viam passar e hoje percebo que me evitam. Estou falando particularmente de uma moça que conheci na igreja há algum tempo. Ela não podia me ver que vinha conversar e abraçava e beijava...
Ontem passei por ela e de repente puff...Percebi que estava invisível, ela cruzou comigo e não me viu. Não é fantástico ? De repente fiquei na dúvida, será que minha doença é dependência química ou lepra?
Quando será que o ser humano vai deixar de ser assim ignorante e preconceituoso? Será que um dia vai? Será que estarei viva para ver se  um dia acontecer?
Só lamento por estas pessoas, esta em questão tem um filhinho pequeno e mora com DQ que está limpo há algum tempo ( Mas ele está  curado rsrsrs). 
Penso no futuro destas crianças de agora, com pais de mentalidade tão provinciana que  acham que nunca vai acontecer com eles. Só na família dos outros. Estas crianças na maioria dos casos crescem sem informação alguma sobre o assunto e quando as tem são ensinamentos preconceituosos e equivocados. Lamentável mesmo.
De qualquer modo, só posso fazer minha parte só por hoje, me mantendo limpa, em paz e serena e quanto ao resto, como diria o Junior: "o mais será revelado"
Uma boa semana para vocês meus amores. Paz e luz.

Grata senhor por mais um dia.





sábado, 3 de novembro de 2012

Domingo!




Mais um dia limpa.
O dia hoje foi normal. A mesma rotina.
Domingão chegando, dia de almoço em família, tarde preguiçosa...
A semana que começa mais uma vez, para quem trabalha vai dando aquela tristeza pelo fim do feriado. É o ciclo da vida no brasil, um país onde o povo tem força tem raça, inclusive de lutar com um mal tão grande quanto dependência química e GANHAR na maioria das vezes.
Que o poder superior nos conceda mais 24 horas de serenidade!
GRata senhor por mais um dia.

Bom domingo a todos.



sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Serenidade sempre.




Mais um dia limpa.
Rotina normal. Em casa.
Grata ao poder superior por me
 permitir chegar ao fim 
de mais um dia limpa, sóbria e serena.
Que o resto do fim de semana seja de paz e serenidade
para todos nós.

Grata senhor por mais um dia.



quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Saudades papai!



Mais um dia limpa.
Ainda bem que o calor deu uma trégua. Fiquei em casa hoje.
Estou bem, tranquila, serena graças a Deus.
Curtindo bastante meu pequeno que hoje está bem melhor.
Algumas lembranças, hoje completaram-se 19 anos que meu pai faleceu.
A primeira e mais forte lembrança que tenho de meu pai é de quando tinha 4 anos, eu era uma garotinha birrenta. Um dia teimei que queria montar sozinha num cavalo, até que ele pacientemente me colocou em cima e ficou me segurando enquanto andava. Minha mãe brigando com ele para que não fizesse minhas vontades e ele rindo.
Triste saber que ele não lutou contra o álcool, que deixou-se levar gentilmente para a própria destruição. Um erro que não quero repetir. Vou lutar sempre, enquanto eu puder, aceitar e me entregar para a doença jamais.
Eu não tenho o direito de fazer isto com meu filho, priva-lo do direito de ter uma mãe, uma família, não posso e não vou.
Gostaria que meu pai tivesse tido forças para continuar por nós. Infelizmente não foi assim... Pena! Cada um escolhe seu destino, livre arbítrio... Que esteja bem onde estiver.
Não posso deixar de agradece-lo por ter me dado a vida e por ter sido um grande homem antes de todas as tragédias que tanto o magoaram e o incapacitaram de continuar. Te amo Papai, obrigada por tudo.
E a vida segue.

Grata senhor por mais um dia.